quarta-feira, 13 de julho de 2011

Por que não torço pela seleção brasileira

Eu tenho boas memórias das copas do mundo durante a minha infância e adolescência. Era um momento de família. Nos reuníamos na casa da minha avó, todos os móveis eram mudados de lugar na sala para caber mais pessoas ao redor da televisão, as bacias de pipoca e a cuia de chimarão passavam de mão em mão, todas as crianças sentadas no chão e todo mundo bem aconchegado dentro da sala, pois o inverno no Paraná não é brincadeira e lá fora sempre estava frio. Em cada gol a comemoração era frenética. Todos se abraçavam, pulavam e gritavam. Para as crianças isso era uma festa! Lembro da emoção que foi a copa de 94 com Romário e Bebeto. Quem não se emocionou com a comemoração do Bebeto em homenagem ao seu bebê que havia nascido durante a copa? Tudo tão emocionante e lindo, trazendo orgulho para a nação brasileira! Infelizmente hoje não posso falar a mesma coisa.
Me recuso a torcer por uma seleção que representa tudo o que eu odeio no meu país: a corrupção, o coronelismo, o descaso, o desejo de sempre se dar melhor não importando como entre outras coisas. Bem, em primeiro lugar a seleção brasileira não é a seleção brasileira, é a seleção de um dos homens mais corruptos do nosso país: Ricardo Teixeira. Recentemente saiu uma repostagem sobre ele na revista Piaui em que ele mostrou quem realmente é. Nessa entrevista, ele deu declarações como estas:

“Em 2014, posso fazer a maldade que for. A maldade mais elástica, mais impensável, mais maquiavélica. Não dar credencial, proibir acesso, mudar horário de jogo. E sabe o que vai acontecer? Nada. Sabe por quê? Por que eu saio em 2015. E aí, acabou.”

“Já falaram tudo de mim… É tudo coisa da mesma patota, UOL, Folha, Lance, ESPN, que fica repetindo sempre as mesmas merdas. E o Lula já me falava que não via essa GloboNews porque só dá traço… Portanto, eu só vou ficar preocupado quando sair no Jornal Nacional”.


“Quanto mais tomo pau da Record, fico com mais crédito com a Globo".

Olha que interessante este trecho da reportagem:

Apesar de todas as denúncias sobre corrupção e suborno, nenhuma pergunta foi feita sobre o assunto pela Globo.

Durante a CPI da Nike, em 2001, a rede levou ao ar uma reportagem no Globo Repórter sustentando que a renda de Ricardo Teixeira era incompatível com o seu patrimônio e padrão de vida. A CBF anunciou pouco depois, do nada, uma mudança no horário de transmissão de uma partida Brasil x Argentina, clássico sul-americano que costuma bater recordes de audiência. Em vez de ser exibido no horário de praxe, depois da novela das oito, o jogo foi marcado para as 19h45.
"Pegava duas novelas e o Jornal Nacional. Você sabe o que é isso?", cochichou-me Teixeira, no Baur au Lac, quando o caso foi relembrado. Como a Globo transmitiu a partida, amargou o prejuízo de deixar de mostrar diversos anúncios no horário nobre, o mais caro da programação. A partir daí, não houve mais reportagens desagradáveis sobre o presidente da CBF na Globo.


Leia a entrevista completa aqui:
http://catimbafc.com/2011/07/08/entrevista-de-ricardo-teixeira-para-a-piaui/ 



Por favor, assista também a essa matéria feita pela Rede de televisão Record http://noticias.r7.com/videos/ricardo-teixeira-reage-com-descaso-e-deboche-as-acusacoes-de-corrupcao/idmedia/4e1a4a70b51a048ee664ffa5.html
Ou os vídeos:
video

video

É uma aliança de corruptos que não tem mais fim, na qual, é claro a Rede Globo tem cadeira cativa. Essa é uma das razões pelas quais já há algum tempo não assisto a Globo. E se eu pudesse te dar um bom conselho, seria esse: pare de assistir a Globo também! É um retrocesso! (Se quiser saber mais sobre a influência da Rede Globo na história e cultura brasileira, assista ao documentário "Por trás do Cidadão Kane" )
Quem você acha que escala a seleção "brasileira"? Quem você acha que escolhe o técnico da seleção "brasileira"? Quem você acha que escolhe os horários de jogos? Quem você acha que está a frente da organização da Copa do Mundo no Brasil em 2014? Pois é...
Falando sobre Copa do Mundo no Brasil em 2014. Bem, é uma vergonha que a gente ainda comemore isso como se fosse uma vitória brasileira ter a Copa do Mundo aqui! Essa é uma das piores coisas que poderiam acontecer! Aqui vão algumas informações para estourar a sua cabeça:
  • Os valores das reformas e construções de estádios para a Copa 2014, divulgados na candidatura brasileira, em 2007, saltaram de R$ 2,1 bilhões para mais de R$ 7 bilhões, a três anos do megaevento. Cá para nós, você acredita que esse valor não mudará em três anos? Você lembra dos jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro em 2007? Bem, o orçamento original do Pan era de R$ 450 milhões e saiu por nada mais, nada menos do que R$ 3,4 bilhões, segundo o TCU (tribunal de contas da União).  Por exemplo, tem um projeto de uma arena multiesportiva na Amazônia (em Manaus) no valor de R$ 500 milhões. Em Brasília, temos o maior orçamento para a construção de um novo estádio, no valor de R$740 milhões. Agora, me pergunto: O que será feito desses estádios depois da copa do mundo? Como eles serão utilizados? Ainda falando sobre o estádio em Brasília, para você ter idéia, o projeto está incompleto pois não constam cobertura, assentos, catracas e, pasmem, gramado e trave. Quantos milhões a mais custará? Para não falar da reformazinha no Maracanã que sediará a final da copa. No primeiro projeto a reforma estava avaliada em R$500 milhões, depois mudou para R$705 milhões e agora está avaliada em R$956,8 milhões!!
  • A CBF (leia-se Ricardo Teixeira) disse desde o começo que essa seria uma copa financiada pela iniciativa privada, o que agora mudou de figura, já que o governo, que falhou na busca por parceiros privados, financiará 94% das reformas nos estádios. ou seja, quem você acha que são os palhaços que estão pagando essa festança?
  • Sobre as estruturas para a copa nas grandes capitais ( fora a reforma e construção de estádios), o governo não está dando conta de tudo e o desespero chegou a tanto que a presidente Dilma, passou a concessão dos três principais aeroportos (Viracopos, Brasília e Guarulhos) para a iniciativa privada. O que Sarney disse ser um avanço!
  • Em relação às estruturas nas capitais que serão sede dos jogos, muito se prometeu e pouco será entregue. Aqui mesmo em BH se fez muita promessa de ampliação do metrô, o que agora já se fala que "não é prioridade" e que governo quer projetos com prazos "confortáveis". Ou seja, alegar que a copa trará melhoria para a estrutura das capitais é uma ilusão.
  • Muito se fala na geração de empregos que a copa trará. Sim, muitos! Muitos empregos temporários. Me pergunto quantos empregos fixos seria gerado com um investimento de R$ 7 bilhões na economia e não em reforma de estádios?
Creio de todo o coração que a Copa do Mundo no Brasil é inviável! Mas estamos aí, aplaudindo a seleção do Ricardo Teixeira, morrendo de orgulho em sermos a sede da Copa do Mundo de futebol enquanto outros atletas morrem de fome, enquanto temos jovens de 14, 16 anos que ainda não sebem ler ou escrever, pessoas morrendo na fila do SUS, vendo novela da Globo e assistindo jogos em um horário absurdo, é claro, depois da novela.
Vale lembrar de que a promessa antes do Pan no Rio era de que as arenas multiesportivas seriam usadas no treinamento de novos atletas. Sugiro que você assista o programa "Brasil Olímpico, uma candidatura passada a limpo" produzido pela ESPN, para que você entenda a situação em que o esporte brasileiro se encontra e o que aconteceu com as instalações do Pan. Elas estão lá apodrecendo sem uso. Milhões gastos para nada. A situação mais vergonhosa é a do estádio do Engenhão ou João Avelanche, que fica ao lado de uma comunidade muito pobre. Na comunidade, pessoas vivendo na dificuldade e logo do outro lado da rua, uma das maravilhas do Pan, trancado e sem uso. Ainda existem pessoas que foram desapropriadas e enxotadas de casa como cachorros para a construção do engenhão, que até hoje não foram indenizadas. Você crê que com a copa do mundo será diferente? Alguém pode me dizer para que o estádio de Brasília será usado, se nem time de futebol Brasília tem? Talvez para shows da Ivete Sangalo...
O fato é que não torço pela seleção brasileira (leia-se do Ricardo Teixeira) por que ela não representa o Brasil, mas sim uma máfia que busca o interesse próprio sem se importar com o povo brasileiro. Que tira dinhiro dos cofres públicos para receber o mundo, enquanto o povo rala para sobreviver. Para mim ela representa a corrupção na sua forma mais crua e viva e de forma alguma posso concordar e aplaudir isso.
Muitos podem falar que não sou patriota, mas sou mais patriota do que imaginam. Tocer pela seleção "brasileira" não caracteriza alguém "patriota" e sim amar seu país e lutar por ele, lutar pelo bem do seu povo. Isso para mim é ser patriota e é assim que quero expressar minha paixão pelo meu país. Não, não assistirei a copa de 2014 por que vai contra meus princípios. Não torcerei pela seleção brasileira por que ela não representa meu país. Guardarei sim a lembrança da minha infância, do Romário, do Branco, do Bebeto, do Leonardo, do Taffarel, das copas do mundo com pipoca e chimarrão, de sentar em frente a tv na casa da minha avó, da família reunida, das comemorações.  Guardarei a lembrança de uma seleção brasileira que não existe mais. Guardarei a lembrança de um tempo onde tudo era mais bonito.

video






0 reações: