sábado, 5 de março de 2011

Pão e Circo

Tudo o que você vê na TV, ou lê nas notícias é sobre o carnaval. Chega até a ser chato, pois não é possível saber sobre outras coisas, somente quais atrizes famosas saíram em qual escola de samba, quem mostrou a calcinha (ou pior, quem estava sem calcinha!), qual escola de samba fez o que, quantos mortos na estrada e etc. Devo admitir que é até um pouco deprimente. Agora mesmo vi num site de notícias que mais de 22 pessoas morreram num acidente numa estrada de Santa Catarina.

Mas o que realmente me deixa triste é o dom que o carnaval tem de deixar as pessoas com amnésia. Será que as vítimas das chuvas serão lembradas? Os problemas sociais? Acredito que não. Eu detesto essa mania brasileira de "apagar" as coisas da memória e empurrar os problemas para debaixo do tapete. Tudo desaparece num segundo quando o assunto é futebol ou carnaval. Às vezes eu tenho a impressão... ou melhor, eu sempre tenho a certeza de que vivemos um governo de pão e circo. Mate a fome, dê um pouco de ilusão de diversão e os problemas serão esquecidos.


Há uns dias atrás eu li uma materia sobre como as vítimas do desastre do morro do bumba no Rio estão vivendo hoje. Você se lembra desse acidente? Pois as pessoas ainda estão sofrendo e vivendo em péssimas condições em um abrigo. Veja a notícia aqui.

Eu continuo tendo a esperança de que um dia tudo vai mudar. Que seremos um povo pensante, que não esquece, mas avalia o passado para tomar decisões sábias para o futuro. Sim, eu tenho esperança. É claro que ainda temos um longo caminho pela frente. Tem muita coisa para mudar. Mas podemos começar essa mudança por nós mesmos. Já ouvi muitas vezes as pessoas falarem que é difícil nadar contra a correnteza, que uma pessoa só não faz a diferença e etc. Mas o primeiro passo é mudarmos a nossa mente e conduta. A partir disso a mudança se torna mais real. Temos que começar dando o exemplo.
Quero compartilhar aqui um vídeo que me deixou muito feliz. Uma jornalista falando a verdade na TV! Maravilhoso! Isso me faz ter esperança de que podemos mudar, podemos ser um país diferente. Espero que esse seja um carnaval de mudança de atitude.
Assita, repense e faça parte da mudança.

video

0 reações: